Archive for the Deathbat News Category

Resenha do show de Phoenix, AZ

Posted in Deathbat News, Notícias, Resenhas, Shows on 16/10/2011 by pamstradolini

A AZ Central postou uma resenha do show do Avenged Sevenfold no Arizona.
Confira:

Com a crescente energia da multidão, as luzes se apagaram, a cortina gigante caiu e os headliners Avenged Sevenfold não perdeu tempo e logo mostrou seu domínio na explosiva ‘Nightmare’.

Um deathbat gigante com olhos brilhantes e chamas saindo das asas é o melhor mascote de banda, desde Eddie do Iron Maiden.

O novo baterista Arin Ilejay era uma besta atrás da bateria e é uma carne nova, no lugar de Mike Portnoy. O vocalista M Shadows era todo sorrisos e vagava pelo palco com seu clássico óculos de aviador e, ironicamente, usava uma camiseta do Dream Theater.

Eles estão dando a oportunidade de os fãs escolheres o setlist a cada noite, por uma votação online e contrasta materiais antigos e novos, como ‘The beast and the Harlot’ de ‘City of Evil’ e ‘Second Heartbeat’ de ‘Waking de fallen’. Eles realmente levantam a galera na ponte de ‘Buried Alive’ quando o vocalista M Shadows, pede para a multidão erguer os punhos no ar.

O vocalista informou ao público, que eles poderiam ouvir também nos auto-falantes a voz de Jimmy ‘The Rev’ Sullivan, o baterista que morreu no final de 2009. Eles fizeram um tributo para Sullivan durante ‘So Far Away’, a enorme multidão levantou celulares e isqueiros. O destaque do set foi a faixa ‘A little piece of heaven’, que incluiu por várias vezes o vocal de The Rev. ‘Bat Country’ levou a multidão à loucura durante o solo de Synyster Gates. A música de encerramento foi ‘Unholy Confessions’ que contou com uma enorme roda dos fãs. O Avenged Sevenfold fez um show ótimo aos trancos e barrancos, depois de olhares preguiçosos vindo da platéia, realmente foi a melhor banda do mainstream.

Anúncios

Resenha do show de Salt Lake City, por SLUG Magazine

Posted in Deathbat News, Fotos, Notícias, Resenhas, Shows on 16/10/2011 by pamstradolini

A SLUG Magazine postou uma resenha sobre o show do Avenged Sevenfold com a Rosckstar Uproar Tour em Salt Lake City, UT.
Confira:

Eu não sei se Deus é um fã de Avenged Sevenfold, mas deve ter se tornado subitamente antes de eles entrarem no palco, ouviu-se um relâmpago quando o show começou e depois começou a chover. Então uma voz disse “Two seals walk into a club … ” e foi isso. A cortina caiu, revelando um crânio maciço, com asas brilhantes e uma luz vermelha sombria. A banda começou tocando um sucesso do seu mais recente álbum, ‘Nightmare’. Eu tenho que dizer aqui que os técnicos fizeram um trabalho incrível, mais épico impossível, o show foi incrível. Eles me lembraram o KISS moderno com todo o fogo e solos. É óbvio que eles não soam como o KISS, mas seu show foi no mesmo nível. Bolas de fogo enormes lançadas no céu, fogos de artifício, máquinas de fumaça… Eles tocaram músicas de seus álbuns antigos: Bat Country, Almost Easy e Second Heartbeat. Uma coisa que eu achei muito engraçada foi o vocalista ser realmente um homem enorme.. Baseado na suposição que fiz ao ouvir a voz dele, o cara é exatamente o oposto. Imaginei um homem mais para Dio, e não como Christopher Reeves em superman. O novo álbum vem recebendo ótimas críticas e pelo que eu vi, foi muito bem recebido pelos fãs.

Gostaria de agradecer à Rockstar por ter feito isso em USANA e por ser um lugar ótimo para ver shows. Para todas as bandas.. foi um grande show. Este foi um show incrível e todos os fãs se divertiram ao máximo. Quando você ouve Avenged Sevenfold tocar em todos os carros que saem do estacionamento, você percebe que os fãs não se cansam de um bom rock ‘n roll.

Revolver Magazine: M Shadows fala sobre tocar para as tropas americanas

Posted in Deathbat News, Entrevistas, Notícias on 15/10/2011 by pamstradolini

M Shadows falou com Revolver Magazine sobre a experiência do Avenged Sevenfold tocar para as tropas em “A Salute To The Troops Issue”.

Quais foram as suas experiências mais marcantes durante a viagem?

Fomos a uma base no Iraque, eles a chamam de ‘Mortaritaville’. Houve atiradores vindo todos os dias. Pessoas na cidade atiravam contra a base. Eles realmente não têm um objetivo certo. Eles fazem apenas, uma espécie de improviso. Mas às vezes você podia ver alguém sair e atirar para fora. Passamos por isso enquanto estivemos lá e desembarcamos na base. É assim, mais ou menos oito vezes por dia. Basicamente, um alarme dispara se a torre de tipo não pode disparar e lá embaixo você parece mais um pato. Passamos por isso duas vezes enquanto estivemos na base. Eles estavam bem distântes de nós, mas era como, “Sério? Há atiradores vindo?”. Alguns explosivos eles fazem manualmente e eles atiram apenas na base. Eles estão apenas tentando matar alguém.

Entrevista completa aqui.

Ayelet Galena consegue transplante de Medula Óssea

Posted in Deathbat News, Notícias on 15/10/2011 by pamstradolini

O Avenged Sevenfold postou uma atualização sobre a situação de Ayelet Galena, menininha de 1 ano de idade que foi diagnosticada com uma rara doença na medula óssea. Em maio a banda pediu aos fãs que se tornassem doadores e fizessem parte de um feito grande como esse.

Confira abaixo o post feito por eles:

Em maio desse ano fizemos um pedido a vocês, que se registrassem no getswabbed.org para ajuda Ayelet Galena, uma menina de 1 ano de idade que tem uma doença rara na medula óssea.

Hoje estamos felizes em informar que Ayelet recebeu um transplante e tem 100% de chances de sobreviver e superar a doença.

Resultado direto do poder da música e da paixão e dedicação dos milhares de fãs que se tornaram doadores em potencial e se inscreveram para fazer parte do registro de doadores de medula óssea, pelo menos seis pessoas receberam transplantes e já podem potencialmente se salvar.

Pedimos a todos os fãs que irão ao 48 hours festival, para que passem no estande da Fundação de Medula Óssea e se registre. Fãs que poderão ir, podem se registrar em www.getswabbed.org. Juntos, podemos salvar muitas vidas no futuro.

Nova playlist de Zacky V. no MOG

Posted in Deathbat News, Notícias on 15/10/2011 by wesley.09

Zacky V. compartilhou mais uma playlist no MOG, desta vez intitulada “All Black”. Confira:

Black Sabbath – Black Sabbath
Amy Winehouse – Back To Black
Gallows – Black Eyes
My Chemical Romance – Welcome To The Black Parade
The Rolling Stones – Paint It Black
Soundgarden – Fell On Black Days
Pearl Jam – Black (2008 Remaster)
Mastodon – Black Tongue
Foxy Shazam – A Black Man’s Breakfast
Edward Sharpe & The Magnetic Zero’s – Black Water

Lançamento da Sustainiac-Loaded Synyster Gates Custom-S Signature

Posted in Deathbat News, Merch, Notícias on 15/10/2011 by wesley.09

A Schecter Guitars anunciou que irão lançar o modelo Sustainiac-Loaded Synyster Gates Custom-S Signature.

Este modelo terá todas as características da SYN CUSTOM atualizadas, incluindo os gráficos Pimp Stripe, tremolo Floyd Rose Original 1000 Locking e um captador Custom Seymour Duncan Invader na ponte exclusivo, além de ter a ‘arma secreta’ Sustainiac System auto-apelidada por Syn.

Dois mini alterna foram adicionados ao controle, o Stealth Pro On/Off e o Harmonic Mode.

Este tem sido um projeto de anos de produção, e estará disponível em uma quantidade limitada nas lojas autorizadas da Schecter no mundo todo, em Janeiro de 2012.

Valores e informações adicionais estarão disponíveis em breve!

NOTA: A VERSÃO PARA CANHOTO TAMBÉM ESTARÁ DISPONÍVEL.

Robert Ortiz, do Escape The Fate, fala sobre os 5 álbuns que mudaram a sua vida

Posted in Deathbat News, Notícias on 12/10/2011 by wesley.09

Robert Ortiz, da banda Escape The Fate, fez uma lista com “Os Cinco Álbuns Que Mudaram A Minha Vida” para a Noise Creep, que inclui “Waking The Fallen” do Avenged Sevenfold.

‘Waking The Fallen’
Avenged Sevenfold (2003)
“Esta é a trilha sonora de toda minha experiência de vida no colegial. Foi o ponto da minha vida quando eu estava pensando em quem eu realmente queria ser e o que eu queria fazer. Eu fui feliz em assistir a ascensão dessa banda e este álbum me disse que música não é só algo que eu posso me divertir, mas também era algo que eu poderia fazer com a minha vida.”

Confira todos os outros quatro álbuns aqui.